Comunicação

Notícias

Empresários devem ficar atentos às mudanças no modelo de pagamento da Contribuição Assistencial 2017

Mudança na forma de pagamento da Contribuição Assistencial traz maior segurança às transações.

Desde julho de 2017, os boletos emitidos para pagamento das contribuições passaram a ser obrigatoriamente registrados pela Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP), conforme determinação da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN). Essa mudança tem como principal objetivo possibilitar maior segurança nas transações, pois todos os documentos serão registrados no sistema bancário com garantia de origem da cobrança.

A Contribuição Assistencial (parcelas 1, 2 e 3/2017) já foi adequada a esta nova plataforma, o que traz às empresas, entre outras novidades, a vantagem para quem possui o DDA (Débito Direto Automático) de ser informado da cobrança antes mesmo do recebimento do boleto, mas atenção o valor gerado no boleto da Contribuição Assistencial este ano não corresponde ao valor a ser pago, o valor correto deve ser calculado e preenchido no campo “Valor do Documento”, antes de proceder à sua quitação.

É por meio da Contribuição Assistencial que o Sindha custeia as despesas da negociação coletiva do setor e oferece assessoria jurídica aos seus representados. Assim como demais produtos e serviços, todos voltados ao crescimento de sua empresa.

Fique atento ao valor e data de pagamento. Caso a empresa não possua empregados, comprovado por meio da Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GIFP), ficará isenta desta contribuição.

Os valores devem ser pagos em 3 parcelas. Confira nas tabelas abaixo a região e fórmula de cálculo do valor a pagar.

  poa                                                                                       

  são leo

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
INSTITUCIONAL   |   CURSOS   |   CONTRIBUIÇÕES   |   ESPAÇO DO ASSOCIADO   |   COMUNICAÇÃO   |   BLOG   |   CONTATO