Comunicação

Sindha na mídia

De distrito a polo industrial por Henry Chmelnitsky

  Há 51 anos, Cachoeirinha deixava de ser apenas um distrito de Gravataí e se tornava o mais novo município do Rio Grande do Sul.

Em 15 de maio de 1966, após a terceira tentativa de emancipação e graças à representação política de três vereadores influentes de Gravataí, além do próprio vice-prefeito, nascia um dos principais polos industriais do nosso Estado.

Inicialmente, a economia de Cachoeirinha - que tem o nome originado de uma pequena queda d'água localizada a cerca de um quilômetro acima da ponte do rio Gravataí - destacava-se pela produção leiteira, o que a levou a ser reconhecida como "Cidade do Leite", além do cultivo de hortifrutigranjeiros e a criação de gado.

Atualmente, só no setor alimentício, o município conta com 293 empresas entre restaurantes, bares e lancherias. E como representante do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região – entidade que representa os empreendedores da gastronomia de Cachoeirinha – me animo em saber que a cidade conta com mais um potencial a ser explorado.

É uma cidade jovem ainda, são apenas 51 anos de história e com muito caminho a ser desenvolvido. Aos 531 profissionais empregados diretamente pelo nosso setor e aos mais de 126 mil habitantes de Cachoeirinha, estimo que o município siga prosperando e fortalecendo cada vez mais a nossa região metropolitana.

Fonte: Diário de Cachoeirinha 

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
INSTITUCIONAL   |   CURSOS   |   CONTRIBUIÇÕES   |   ESPAÇO DO ASSOCIADO   |   COMUNICAÇÃO   |   BLOG   |   CONTATO